top of page
  • Foto do escritorViva Usina

Viva Usina traz espetáculos que focam na história de João Pessoa e na cena brincante nordestina



O projeto Viva Usina, que promove a ocupação artística e cultural da Usina Cultural Energisa, traz uma programação diversificada e gratuita para o final de semana. De sexta (18) a domingo (20), o público poderá conferir exposições, espetáculos teatrais, feiras e outras atividades que valorizam a produção local do Estado.


Na Galeria Alexandre Filho, o artista Zé Pituca apresenta a mostra ‘Arte Nua e Crua’, com peças de cerâmica que retratam a seca, as tradições nordestinas e a vida sertaneja. Zé Pituca é natural de Areia e usa sua cidade e suas vivências como inspiração para sua arte, que dialoga com a ancestralidade e a realidade do Brasil profundo. A exposição fica em cartaz até o dia 17 de setembro.


No Palco Bonde, na sexta-feira (18), às 20h, as dançarinas Lua Camboatá e Karla Oliveira apresentam o espetáculo ‘Corpa Futurista: a cena brincada do Nordeste Futurista de Luana Flores’, uma performance de dança que brinca com os hibridismos estéticos e de linguagens provindas do projeto da multiartista paraibana. A cena é feita por jogos de improvisação em tempo real guiados pelas afetações das brincantes, que exploram universos simbólicos tradicionais, urbanos e tecnológicos.


Já no sábado (19) e no domingo (20), às 20h, na Sala Vladimir Carvalho, o grupo Parahyba Rio Mulher encena a peça homônima, que narra a história da mudança de nome da capital paraibana durante a Revolução de 1930. A peça foca na figura de Anayde Beiriz, protagonista desse episódio, e sua relação com os acontecimentos que levaram a cidade a se chamar João Pessoa. A peça explora a trajetória desafiadora de Anayde, que confrontou os padrões conservadores da sociedade paraibana há quase cem anos.


Projeto No Balaio

Na área externa da Usina, de sexta (18) a domingo (20), das 16h às 22h, acontece o Projeto No Balaio, que reúne empreendedores criativos de diversas áreas, como artesanato, decoração, moda, design e gastronomia. A feira tem como objetivo ampliar as possibilidades da economia criativa em João Pessoa, promovendo o consumo consciente e fortalecendo a economia local. O projeto No Balaio também realiza eventos que capacitam mulheres e empreendedores criativos desde 2019.


TV Viva Usina

Outra novidade que ocorreu nos últimos dias foi a estreia da TV Viva Usina. O programa traz a cobertura completa do primeiro mês da ocupação cultural e o material conta com entrevistas, trechos das apresentações, a movimentação das feiras criativas e tudo mais que ocorreu em julho. O programa também está disponível em canal aberto através da TV Assembleia.


O Viva Usina é realizado através da Lei de Incentivo à Cultura, com apoio do Ministério da Cultura e Governo Federal e patrocínio da Energisa, com produção da Atua Comunicação Criativa e o apoio da Usina Cultural Energisa.



2 visualizações0 comentário

Komentáře


bottom of page